Alto Tietê terá cooperação com universidade da China para estimular o intercâmbio e o treinamento de profissionais nas áreas digitais

 

DE ZHEJIANG, CHINA – O presidente do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) e prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, assinou uma carta de intenções de cooperação amigável com a Quantum Universidade, instituição de ensino de Zhejiang, um dos principais estados da China. A parceria tem o objetivo de estimular o intercâmbio e o treinamento de profissionais nas áreas digitais, com foco no segmento empresarial.

A cooperação foi oficializada em cerimônia nesta sexta-feira (07/06), com as participações dos co-fundadores da Quantum, Lê Quiren e Jan Lin, e também Zeng Qiang, vice-presidente da Universidade de Zhejiang e um dos maiores estudiosos da China. Do lado do Condemat, além do presidente Rodrigo Ashiuchi, estavam a prefeita de Santa Isabel, Fábia Porto; o vice-prefeito de Mogi das Cruzes, Juliano Abe; e o presidente da Câmara mogiana, Sadao Sakai. Os quatro receberam certificados de reconhecimento da instituição de ensino.

A Quantum possui mais de 20 milhões de estudantes, tem campus em alguns lugares do mundo e cerca de 160 cursos, muitos dos quais podem ser acessados através de aplicativos e que estão voltados para a preparação de profissionais para exercer a liderança em empresas. “Temos muito interesse em cooperar, promover o intercâmbio de empresários e compartilhar experiências inovadoras com os brasileiros”, disse seu co-fundador Qiren.

O presidente do Condemat apresentou à direção da Quantum a possibilidade de parceria para a implantação de um módulo de cursos na Universidade Piaget, instalada em Suzano e que é uma instituição também internacional, e para montagem de uma unidade da Quantum no Brasil. “Estamos diante da oportunidade de aprender com um país que é um dos primeiros do mundo e que teve a educação como um passo fundamental para essa trajetória”, ressaltou Ashiuchi.

A China está em meio às comemorações da Festa da Paz dos Povos, uma das mais tradicionais da sua história, e o vice-presidente da Universidade de Zhejiang lembrou que a China gosta do Brasil e demonstrou muita confiança no desenvolvimento do País, que assim como o país oriental, pertence ao bloco econômico do Brics- Brasil, Rússia, Índia, China e Coreia do Sul.

“Muitos professores da Universidade de Zhejiang cooperam com a Quantum e estamos diante de uma boa decisão para desenvolver a cooperação entre Brasil e China”, declarou o professor Qiang.

Feira de negócios

Já neste sábado (08/06), liderados pela diretoria regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), representantes do poder público do Alto Tietê participaram da 1 China – CEEC Expo & International Consumer Goods Fair, uma feira de expositores de vários países.

O foco principal do grupo esteve no pavilhão empresarial, onde foi possível conhecer as tecnologias que são referência nas províncias chinesas, assim como de alguns países da Europa. Robôs, internet 5 G, impressora 3D, soluções em smart cities e as novidades no segmento de petróleo e gás, da extração ao transporte, são alguns dos destaques do evento, distribuído em oito pavilhões no estado de Zhejiang.

“Apesar de ser uma feira de negócios voltada para o consumidor final, sem demonstrações de equipamentos usados no processo de fabricação, é interessante ver como a indústria chinesa está em plena evolução na tecnologia aplicada nos produtos industrializados, melhorando muito a sua qualidade”, avaliou o diretor do Ciesp Alto Tietê, José Francisco Caseiro, que complementou. “Tivemos a oportunidade de conhecer as tecnologias empregadas na produção de painéis solares, sistemas de segurança tanto para a indústria como áreas públicas e lâmpadas de Led, entre outros, e estamos vendo porque os produtos chineses estão concorrendo em igualdade, em muitas vezes até superando, os de outros países que são referência. Têm variedade e ritmo avançado no emprego da tecnologia”.

O diretor do Ciesp Alto Tietê destacou, ainda, a importância do poder público atuar junto à iniciativa privada, para fomentar o desenvolvimento dos negócios nas cidades. “Para que um investimento se concretize é preciso ter toda uma estrutura nas cidades, desde uma eficiente educação até infraestrutura. E aprender com uma das maiores potências do mundo é sensacional”, concluiu o vice-diretor do Ciesp Alto Tietê, Renato Rissoni

O grupo do Alto Tietê que está na China reúne ainda o vereador Jean Lopes, de Mogi das Cruzes; os secretários municipais Clodoaldo de Moraes e Juvenal Penteado, de Mogi e Arujá respectivamente; e os empresários José Artur Bronzatto e Bruno Pagan.

Fotos: Mara Flores/Condemat