Festival de pipas com 400 pessoas foi interrompido no domingo, 17

Campeonato de pipas gerou aglomeração de cerca de 400 pessoas em terreno no bairro do São João

 

DE MOGI DAS CRUZES – A Prefeitura de Mogi das Cruzes interrompeu na manhã deste domingo (17/05) um evento com aglomeração de pessoas, em um terreno baldio localizado na Rua Antônio Fernandes, no bairro do São João. A ação foi realizada pelo Departamento de Fiscalização de Posturas, da Secretaria Municipal de Segurança, e da Guarda Municipal.

A administração municipal recebeu denúncias sobre um campeonato de pipas que estaria acontecendo no local, reunindo cerca de 400 pessoas. As viaturas foram encaminhadas para o local e dispersaram a aglomeração de pessoas, que traz riscos à saúde pública com a pandemia de Covid-19.

“Estamos vivendo uma crise sanitária, com muitas pessoas morrendo todos os dias no Brasil por conta do novo coronavírus. Infelizmente, existem situações como esta e a Guarda Municipal e o Departamento de Fiscalização de Posturas estão atuando. As pessoas devem entender a gravidade da situação e respeitar as regras de distanciamento social”, destacou o secretário municipal de Segurança, Paulo Roberto Madureira Sales.

No local do evento, o Departamento de Fiscalização de Posturas também apreendeu carretéis de linha que eram utilizadas pelos participantes do evento.

A aglomeração de pessoas não é permitida durante este período de quarentena e distanciamento social para o combate da disseminação do novo coronavírus. A Prefeitura de Mogi das Cruzes vem fazendo a fiscalização deste tipo de comportamento e também orientando sobre a necessidade de um comportamento seguro.

A população também pode colaborar com este trabalho com denúncias, que podem ser feitas pelo telefone 153, da Guarda Municipal. O serviço funciona 24 horas por dia.

Flagrante

Também neste domingo, a Guarda Municipal deteve um homem acusado de descumprimento de medida protetiva. O flagrante aconteceu no início da tarde, no bairro do Botujuru.

Os guardas municipais da Patrulha Maria da Penha receberam uma ligação de uma mulher, que é acompanhada pelo grupamento, denunciando que o acusado estava em sua casa, na Rua Frei Bonifácio Harink, e queria levar a filha de ambos, sem o seu consentimento. As viaturas foram encaminhadas para o local e flagraram o agressor com  criança no trecho da Avenida Francisco Rodrigues Filho que corta o bairro.

A criança foi devolvida à mãe e o acusado foi encaminhado para o 1º Distrito Policial, no Parque Monte Líbano, onde a ocorrência foi registrada e ele ficou preso, à disposição da Justiça.

A Guarda Municipal de Mogi das Cruzes intensificou o trabalho de combate à violência contra a mulher durante o período de quarentena e isolamento social para o combate à pandemia de Covid-19 e à disseminação do novo coronavírus. Com isso, as rondas e contatos telefônicos com as mulheres acompanhadas pela Patrulha Maria da Penha estão sendo feitos com maior frequência.